sexta-feira, 11 de julho de 2008

Primeiro Dia.

Relato do dia 11 de Jullho de 2008.
É o meu primeiro dia escrevendo. Ainda acho essa ideia meio estranha, é como se eu quisesse relatar pra todos o que eu acontece no meu dia-a-dia. Falta de privacidade? É, acho que é essa a palavra que eu procurava. Sabe, eu nunca fui boa de escrever diários, tive uns sete quando criança. Resultado: só usava a primeira folha. O resto eu rabiscava com os meus maravilhosos desenhos. Mas, vamos com fé. Hoje, eu não queria ir ao colégio, mas eu queria terminar o filme da professora Aline ( filme que ela se inspirou a fazer este diário ), e talvez porque meu pai quase me jogou pela janela quando eu disse na hipótese. Antes, eu não devia nem ter saído da cama. Acordei era 6:35, tava com o maior sono, e comecei a concordar com as minhas amigas, eu estava mais branca do que eu já era. Eu nem tinha começado a me arrumar quando vãn chegou, corri aos tropeços colocando a roupa, arrumando o material, terminando de escovar os dentes ( nessa correria, esqueci meu caderno, minha irmã teve que ir deixar ele lá no colégio ). Chegando na vãn, vazia. Todos os colégios estão de férias, apenas eu, dois garotinhos simpáticos que adoram puxar meu cabelo, a monitora e o motorista. Cheguei no colégio cedo pra caral... caramba. Tempo passa e tals, até que, ALELUIA ! Finalmente chega o recreio, vo lá pastoral acertar as rifas. Nesse meio tempo, a gente ( eu, Ana Paula, Alana, Aline, Giovanne, Daniel e Paulo ) nos atrasamos 10 minutos, Hebert deu seus escândalos falando que isso poderia ser dado como uma gazeta, e que como todos os outros alunos tinham ouvido o sino, menos nós e bláblá. Tudo bem, ele só estava fazendo seu trabalho, tentando nos ajudar. Entramos pra aula de inglês. A professora Elisangela passou um trabalho. Mais um trabalho, tinha já o de artes, e do Geografia, mais um não faria diferença. O problema foi que eu já tinha meu grupo formado, mas a professora não queria deixar três alunas de nota boa em inglês no mesmo grupo. Foi isso que mais me tiro do sério. Fiquei em um grupo muito doido lá. Depois a aula acabou e eu fui pra casa. Voltei, almoçei, tomei banho, não demorou nem meia hora e já dormi no quarto da minha irmã. Acordei lá pelas 7:50 da noite. Jantei. Fui jogar Mario World com a minha irmã, e depois de fazer umas manhas lá no jogo, vim pro computador. E graças a Alana Gonçalves da Abunã, eu lembrei desse diário. É duas horas da manhã do dia 12 de Julho, estou escrevendo o diário, ouvindo o Maria Fumaça rolando lá na Jorge Texeira, e falando com algumas pessoas MSN. E só agora percebi que o meu dia tedioso, deu um bom texto. Ae, vô passar mais um tempo aqui na internet. Boa Noite, ou Bom dia se prefirirem. (:

Um comentário:

Língua Portuguesa no AR disse...

Amei, Patrícia. Seu dia nem foi tão entediante assim, fez zilhões de coisas!!! E ainda se divertiu, eu me divertir lendo tudo o que vc fez e ainda bem q gostaram do filme... Bjuuuxxx